Infovias e Rodovias ou Da Delicadeza – Tito Cavalcante

da net: http://sbpa.org.br/portal/infovias-e-rodovias-ou-da-delicadeza/ em 17.02.2014

Infovias e Rodovias ou Da Delicadeza

Tito Cavalcanti
Psiquiatra, analista junguiana, presidente da SBPA

O que existe em comum entre essas duas vias? A falta do corpóreo é a resposta rápida. E o que implica isso? Muita coisa.

Todos têm a experiência de não nos reconhecermos no trânsito. Parece que ao entrarmos no carro e começarmos a guiar no espremedor de metal que são as ruas de São Paulo, mudamos de personalidade. Os outros motoristas, assim os vemos, têm a intenção indubitável de se impor. Avançam a frente dos carros impedindo a nossa passagem, colam na traseira, e muitas outras ofensas. Quanto disso é projeção? Muito, provavelmente. Não sabemos quem eles são, não existe uma pessoa física, corpórea, na nossa frente. Esse vazio funciona como uma tela, na qual todos os inimigos que temos ou já tivemos se delineiam com precisão.

Quando estamos sentados em frente ao computador, enviando mensagens, não estamos em uma situação muito parecida? Podemos saber quem é o nosso destinatário, mas muitas vezes ele é um grupo sem um rosto preciso. Nossos dedos dedilham o teclado com uma rapidez muito maior do que nossa sensatez ou pensamento poderiam acompanhar. O texto se escreve na tela, miscigenado às nossas projeções, que usam a tela do computador para se expressarem no texto mesclado.

Ao xingar o cidadão que quer nos humilhar no carro ao lado, ao escrever um texto “verdadeiro agressivo”, estamos nos dirigindo a quem? Que corpo vai ter de sofrer esse golpe, que corpo de carne, sangue, dor, vai receber esse murro abstrato, nem por isso menos eficiente? Nenhum, é o que sentimos no momento. Mentira! Tem gente lá. Mas por que esquecemos tanto disso?

Não somos gentis tanto quanto gostaríamos de ser. Gentileza não funciona em nosso mundo atual. Temos de ser duros para conseguirmos o que queremos. Mas será que precisamos tanto conseguir o que queremos? Querer algo, sim, conseguir é outra coisa. Sabemos que verdades são possibilidades, certezas são coisa para fundamentalistas religiosos. Se mantivermos a humildade em relação aos nossos desejos, sabendo que eles podem ser frustrados, e muitas vezes merecem ser frustrados, podemos ser gentis com mais facilidade. Conhecemos muito pouco da vida. E, por isso, precisamos muito nos ajudar. Ser gentil torna tudo mais fácil e gostoso. Mas vai pensar isso quando o maldito daquele carro estúpido quer me fechar!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s