Todo Amor é Igual – Junior Cesar Minin

Todo Amor é Igual por Junior Cesar Minin

Em todos os lugares e em toda a história do desenvolvimento da humanidade, existiu o amor entre pessoas do mesmo sexo. Entretanto, esse amor foi intensamente reprimido pela sociedade que se valeu de determinados discursos da religião e da ciência para legitimá-lo como anormal, perverso e/ou expressão de uma sexualidade patológica.

Rejeitado pela consciência coletiva, o amor entre pessoas do mesmo sexo foi sendo forçado a se confinar no interior daquilo que Jung (1985) chama de sombra, lugar na psique em cada um de nós que contém as emoções, as intenções, os valores que a consciência individual ou coletiva não reconhece como sendo de si mesma, ao contrário, desconhece essa realidade.

Entretanto, quando não vista com o olhar repressor, o amor entre pessoas do mesmo sexo se torna realidade legítima e necessária da psique, simplesmente, mais uma dentre as diversas formas de existir no amor e para ele. Como diz Barcellos (2011, p. 83-84): “O amor entre iguais, seja em relacionamentos duradouros, seja na poética própria dos encontros brevíssimos e fugazes que ele acabou por instituir, é sustentado por um compromisso genuíno de afeição e atração, não por modelos institucionais”.

Quando tiramos ou observamos alguma fotografia, sabemos que o olhar é muito pessoal. Sem as “lentes” das instituições, da sombra, é possível reconhecer a fotografia do amor entre pessoas do mesmo como parte legítima da “paisagem” existencial humana.

O fotógrafo Braden Summers realizou projeto chamado “Todo amor é igual”. São 14 fotos demonstrando o amor entre pessoas do mesmo sexo

Referências

BARCELLOS, Gustavo. O amor entre parceiros do mesmo sexo e a grande tragédia da homofobia. In: SALLES, C. A. C.; MELO, J. M. F. C. (Orgs.) Estudos sobre a homossexualidade: debates junguianos. São Paulo: Vetor, 2011. Coleção Anima Mundi. p. 87 – 115.

JUNG, Carl Gustav. A prática da Psicoterapia: contribuições ao problema da psicoterapia e à psicologia da transferência. v XVI/1, Petrópolis: Vozes, 1985.gs_52aff98e-d960-447b-b476-326c0af4b6c2 gs_52affa05-a2ec-456d-9909-211b0af4b6c2 gs_52affa41-0018-4d91-b05b-21180af4b6c2 gs_52affad9-297c-4afc-b85a-11380af4b6c2

Anúncios

2 pensamentos sobre “Todo Amor é Igual – Junior Cesar Minin

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s