Sonho Tem Gosto… – Isabella Quadros

da net: http://frenteeversoporisabella.blogspot.com.br/2013/02/sonho-tem-gosto.html

Sonho tem gosto…

 
Em plena sexta a noite, eu, sentada na minha cama, cercada de revistas de decoração, agora que tenho um apê pra chamar de meu, e pensando no quanto os objetos que ajudam a compor a minha vida são infinitamente mais valorizados por mim pelo que significam afetivamente do que por qualquer outro motivo. Um sonho se realizando e eu, invadida pela empolgação desse novo cenário e das possibilidades que surgirão para novas construções de histórias inteiras com meus filhos, com os amigos queridos e comigo mesma. E não é que imaginar o próprio canto, reformar, transformar, é quase brincadeira de criança grande?! Quem quiser que prove o contrário!
Mil decisões para tomar, perdida entre a euforia da escolha dos revestimentos do banheiro, das cores dos estofados, dos armários da cozinha, etc, etc, além da ginástica incrível entre desejos e orçamento e eu, alí, me surpreendendo com escolhas que não passam nada pelo racional ou pelas necessidades práticas. Quer saber? Pouco importa se vai sobrar grana pro armário da cozinha mas, se a parede de azulejos encantadores vai colorir a sala e o coração, o resto é resto e fica pra depois. O que não abro mão é de um canto que dê vontade imediata de tirar sapatos e relógio; que combine com cheiro de bolo de canela no forno e, onde seja obrigatório ter uma rede gostosa, do ladinho da janela, pra ver lua cheia, brincar de canoa com os filhotes ou namorar até o dia clarear.
Não nego o valor da estética, admiro muito esse item mas, na minha vida e depois de alguma bagagem de vida, ela é, cada vez mais, apenas uma consequência deste estar, por dentro e por fora. Afinal, existe estética melhor do que a da nossa alma e sentimentos mais gostosos? Cada ambiente e é um pedacinho de você que vem à tona… Se for de outra forma, não faz sentido pra mim não.
De repente, a voz de Luca(9) chega do escritório me trazendo de volta: “Mãe, tem remédio pra nunca ser adulto?”
“Tem não, filho…”, respondo, enquanto penso, quase instantaneamente, que bom mesmo seria ter remédio pra adulto sentir gosto de infância… do jeitinho que eu estava sentindo naquela noite, sentada na cama, vibrando com a vida. E quem disse que sonho não tem gosto? Este último, tem um gosto irresistível de canela… Freud explica!

Um pensamento sobre “Sonho Tem Gosto… – Isabella Quadros

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s