Tartarugas Podem Voar – Memórias Várias –Elisabete Christofoletti

Tartarugas Podem Voar – Memórias Várias

 

Elisabete Christofoletti

elisabete.christofoletti@gmail.com

Nunca vou saber se teria conseguido fazer a escuta necessária para que o jovem, que voou da torre, tivesse conseguido re-significar sua vida, mas sei que a prepotência com a qual o policial me tratou, não é condição para conseguir ajudar quem efetivamente precisava ser ouvido.

Tentar “Salvar” alguém é sempre mais comovente do que a labuta quotidiana, do que a escuta cuidadosa e aparentemente simples.

Não creio que alguém passe mais de dez horas avisando que irá voar. Não seria um desejo desesperado de ser ouvido e quem sabe conseguir ter uma única razão para descer da torre e seguir com a Vida?

Fui apresentando uma costura de histórias que me foram, cada uma a sua maneira, todas bem caras e num quotidiano recheado de contradições que cada vez mais, acredito que o encontro das mãos que carregam o Amor Almado, é possível re-significar a Vida.

Sei que As Tartarugas Podem Voar, posso não estar convencida de por que, vez por outra uma delas voa, mas sei também que a cada experiência pequenina que seja onde sinta o Sagrado, encontro uma nova força para que não seja sempre em vão os voos, mesmo os das tartarugas.

tartarugas podem voar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s